Reumatismo de partes moles

Saiba o que é, quais os sintomas e como tratar.

O que é?

O reumatismo de partes moles é a lesão ou inflamação das estruturas que estão em volta das articulações (músculos, ligamentos, bursas, ênteses e tendões), resultando em bursites, tendinites, entesites e dor miofascial, sintomas que causam dor e dificuldade de realizar movimentos. Normalmente são temporárias e não causam deformidade, mas podem se tornar crônicas.

Síndrome do Impacto

O que é?

É uma síndrome que consiste em dor e limitação dos movimentos do ombro em vários graus, devido à inflamação ou enfraquecimento dos tendões localizados ao redor da articulação do ombro.

Sintomas

O principal sintoma é a dor que ocorre geralmente à noite ou quando se movimenta o braço para cima. Com a evolução da doença pode ocorrer limitação para executar alguns movimentos.

Diagnóstico

O exame físico é o principal método para diagnosticar a lesão, localizando os pontos de maior sensibilidade. São realizados testes para avaliar se há limitação do movimento ou tendinite, ou lesões no manguito rotador, especificamente do músculo supra-espinhal. O ultrassom é um exame útil para identificar a inflamação ou a presença de lesão em algum tendão.

Tratamento

Para o alívio da dor e da inflamação são utilizados anti-inflamatórios e a infiltração com corticosteróides  guiada por ultrassom é uma ótima opção de tratamento, pois não apresenta os eventos adversos da medicação oral e o paciente refere alívio dos sintomas com melhora da mobilidade. A fisioterapia é um instrumento de tratamento importante após a infiltração para a recuperação da mobilidade da articulação e prevenção de novos danos.

Síndrome do Túnel do Carpo

O que é?

É uma neuropatia que surge da compressão de um nervo mediano entre o punho e o antebraço. A Lesão do Esforço Repetitivo (L.E.R) é a principal causa da doença, e é gerada por movimentos repetidos muitas vezes como digitar, por exemplo. Pode ser motivada também por traumas (quedas ou fraturas), doenças inflamatórias como a artrite reumatoide, doenças da tireóide, diabetes e o uso de alguns medicamentos.

Sintomas

O principal sintoma da Síndrome do Túnel do Carpo é chamado de parestesia, uma sensação de formigamento e dormência nas mãos, que ocorre principalmente à noite ou pela manhã. O paciente pode sentir fraqueza nas mãos e dificuldade de pegar objetos.

Diagnóstico

Para diagnosticar a síndrome é necessário o exame físico das mãos e punhos e realizar alguns testes para desencadear a presença da queixa de formigamento nas mãos.

O ultrassom é um exame complementar importante para determinar o tamanho do nervo mediano e identificar a presença da inflamação.

Em alguns casos, o especialista poderá pedir uma eletromiografia para confirmar o diagnóstico. Esse teste avalia a atividade elétrica dos músculos quando eles se contraem e quando estão em repouso.

Tratamento

O método de tratamento da doença varia de acordo com o grau em que ela se encontra. Se for leve, imobilizar o pulso com órteses (talas) e fazer uso de anti-inflamatório é suficiente e pode trazer alívio.

A realização de infiltração com corticóides diminui o processo inflamatório ao redor do nervo com alivio dos sintomas.

Caso seja mais grave é indicada a realização de uma cirurgia. O objetivo é diminuir a pressão sobre o nervo mediano, cortando o ligamento que está causando isso.

Bursite trocantérica

O que é?

É uma patologia que surge na bursa ou tecido localizado próximo ao fêmur e que é saliente na lateral do quadril. Essa região é formada por diversas bursas que podem inflamar e provocar dor. Normalmente, é causada por movimentos exagerados e repetitivos, erros de postura, falta de alongamento, uso de calçado inadequado ou aumento repentino da carga de treinamento de corrida.

Sintomas

A bursite trocantérica pode causar dor na lateral do quadril e na coxa, dificuldade de fazer exercícios e caminhar, e de deitar sobre o lado afetado devido à pressão na bursa.

Diagnóstico

Para diagnosticar a doença, o médico irá analisar os sintomas e realizar exames para confirmar o caso de bursite trocantérica e excluir outras possibilidades. Exames de imagem como o ultrassom  é útil para identificar a bursa inflamada.

Tratamento

O uso de anti-inflamatórios pode ajudar a aliviar as dores e os pacientes apresentam melhora dos sintomas com a realização da infiltração com corticóide, com a qual a visualização direta da agulha com o ultrassom.

A fisioterapia com exercícios de alongamento dos tecidos que fazem pressão sobre a bursa e, em alguns casos, pode corrigir alterações na marcha e na função muscular tem um papel fundamental para o alívio dos sintomas e melhora da inflamação.

Fascite plantar

O que é?

É uma inflamação no tecido que se estende na sola do pé e liga o calcanhar aos dedos. É causada por estresse ou esforço excessivo na região. Mais comum em homens e mulheres entre 40 e 60 anos.

Sintomas

Os sintomas mais comuns para fasciíte plantar são:

  • Dor no calcanhar, sola do pé e tornozelo;
  • Dor ao caminhar nas pontas dos pés;
  • Sensação de queimação na sola do pé.

As dores são mais comuns pela manhã ou ao se levantar após longo período sentado.

Pessoas obesas, que ganham peso rapidamente, praticam exercício de forma exagerada, a falta de atividade física e o uso de sapatos inadequados são fatores de risco para adquirir a doença.

Diagnóstico

Os exames clínicos levam em conta os sintomas apresentados e testes físicos que causam dor no local atingido. O especialista irá analisar o histórico do paciente, as condições em que fica exposto no trabalho e ao praticar esportes. É necessário avaliar também o formato do pé e se os calçados que utiliza são adequados.

O médico pode solicitar exames de imagem, como o ultrassom, para diagnóstico mais preciso e a realização do raio-X para identificar a presença de esporão de calcâneo (protuberância óssea que nasce na base ou atrás do calcanhar).

Tratamento

Os exames clínicos levam em conta os sintomas apresentados e testes físicos que causam dor no local atingido. O especialista irá analisar o histórico do paciente, as condições em que fica exposto no trabalho e ao praticar esportes. É necessário avaliar também o formato do pé e se os calçados que utiliza são adequados.

O médico pode solicitar exames de imagem, como o ultrassom, para diagnóstico mais preciso e a realização do raio-X para identificar a presença de esporão de calcâneo (protuberância óssea que nasce na base ou atrás do calcanhar).

Sobre a Ultrarticular

A Ultrarticular tem um ambiente diferenciado e confortável para que o paciente receba um atendimento personalizado e humanizado. Aliando conhecimento e tecnologia como ultrassom de alta resolução os pacientes da Ultrarticular tem a garantia do melhor diagnóstico, acompanhamento e tratamento de suas doenças reumatológicas.

Assuntos relacionados

Siga nas Redes Sociais

Blog