Tratando a artrose

Tratando a artrose

Ao atingir a cartilagem articular, a artrose causa dor e rigidez. Com o tempo, pode avançar e provocar deformidades e progressiva perda de função.

No tratamento, exercícios físicos e fisioterapia são fundamentais para redução da dor, diminuir a necessidade de medicamentos e trazer benefícios psicológicos com melhora da qualidade de vida.

Praticar exercícios físicos trazem inúmeros benefícios, como:

· Melhorar a estrutura óssea e muscular;

· Reduzir pressão arterial;

· Aliviar tensão muscular;

· Melhorar dores;

· Age contra doenças como osteoporose, diabetes, risco de infarto, entre outros.

A melhor fase para iniciar os tratamentos contra a doença é no inicio, pois contribui para diminuição da dor e rigidez das articulações, melhorando os movimentos e, consequentemente, a qualidade de vida do paciente. Exercícios que incluam um programa de treinamento de força/resistência muscular, flexibilidade e aeróbico como natação, hidroginástica, ciclismo, caminhada, ioga, pilates e alongamento são indicados e adaptados dependendo das articulações afetadas, do grau de gravidade da artrose e do nível inicial da condição física.

A fisioterapia também tem como objetivo minimizar a dor, aumentar a mobilidade e o alongamento dos músculos que estão próximos da articulação afetada e assim melhorar a estabilidade articular. A realização de reabilitação física através de exercícios atua no controle da dor, na manutenção da função articular e na redução de danos futuros da cartilagem.

Há exercícios que podem ser realizados em casa, porém o auxilio de um fisioterapeuta é importante para que não haja maiores complicações. Em casos de dor aguda e constante, dificuldades para se locomover, dores intensas durante a noite, inchaço e calor no local indicam a necessidade de procurar um especialista.

Entre em contato com a Ultrarticular e agende uma consulta.