Atividade física: Dor lombar e Espondilite Anquilosante

Atividade física: Dor lombar e Espondilite Anquilosante

Para evitar e combater dores lombares e a espondilite anquilosante é indicado se manter ativo, praticando exercícios específicos.

A dor, rigidez e fadiga podem fazer com que o paciente tenha medo de se exercitar, porém pessoas sedentárias podem ter o quadro de inflamação piorado.

Os exercícios podem ser benefícios para:

  • Aumentar a força muscular;
  • Resistência e flexibilidade;
  • Facilitar tarefas do dia a dia, como caminhar.

Há algumas recomendações que podem acelerar a recuperação do paciente, além de reduzir a inflamação e dor, realiza a manutenção da função respiratória, aumento ou manutenção da mobilidade vertebral, auxilia na prevenção de deformidades e melhora a postura e bem-estar, como:

  • Fisioterapia em todos os estágios da doença;
  • Prática de exercícios físicos supervisionada e feitas de maneira correta, como musculação, pilates, alongamento, entre outros.

Direcionar o foco à exercícios que fortaleçam grupos musculares extensores, com treinos de resistência, utilizando baixos pesos e muita repetição.

É importante se alongar antes de praticar qualquer atividade física, sempre seguindo as orientações de um profissional, se mantendo dentro do próprio limite e atentando-se a postura na hora de realizar qualquer atividade.

Se acha que precisa de cuidados especiais ou mais informações a respeito desse assunto, entre em contato com a Ultrarticular e agende sua consulta.