Conheça as causas e os sintomas da artrite psoriásica

Conheça as causas e os sintomas da artrite psoriásica

Doença não tem cura, mas há tratamento

Diretamente ligada à psoríase, quando o sistema imunológico provoca inflamação na pele, a artrite psoriásica é uma doença que afeta ligamentos, articulações e tendões. Atinge homens e mulheres na mesma proporção.

Seus principais sintomas, além da dor, são rigidez nas articulações, dificuldade em movimentá-las, inchaço, deformidade e, em alguns casos, pode causar destruição progressiva das juntas.

A doença ocorre quando o sistema imunológico ataca as células e tecidos saudáveis do corpo. Não existe causa definida, mas pode ter ligação com aspectos genéticos. Obesidade, tabagismo e consumo de bebidas alcoólicas, por exemplo, podem ser fatores de risco para início ou agravamento da artrite psoriásica.

Existem cinco tipos, são eles:

  • Forma oligoarticular: que atinge até cinco juntas e em articulações grandes, como joelhos e tornozelos. Em alguns casos, pode afetar mãos e pés;
  • Forma poliarticular: que ocorre em mais de cinco juntas, semelhante à artrite reumatoide. Pode causar deformidades em articulações como mãos, pés, joelhos e tornozelos;
  • Distal: acomete as articulações distais dos dedos das mãos, principalmente as mais próximas das unhas;
  • Forma mutilante: é o tipo mais agressivo que provoca destruição das juntas, principalmente das mãos e dos pés;
  • Envolvimento preferencial da coluna: é um tipo raro que também causa dores na coluna e limitações físicas.

O diagnóstico de artrite psoriásica é feito por meio de avaliação da história clínica, observação dos sintomas e exames laboratoriais e de imagem como o ultrassom.

A doença não tem cura, mas pode ser tratada de forma a controlar os sintomas, para evitar que se agrave. As opções são: medicamentos, como anti-inflamatórios;  o uso de drogas denominadas modificadoras do curso da  doença, que evitam o dano das articulações e podem  podem ser sintéticas como o metotrexato ou os imunobiológicos como os anti-TNF. As sessões de fisioterapia também são benéficas para minimizar a dor, a rigidez e evitar a progressão da doença.

Quer mais informações sobre o assunto? Entre em contato com a Ultrarticular e agende sua consulta.