A importância do ultrassom no diagnóstico da artrite psoriásica

A importância do ultrassom no diagnóstico da artrite psoriásica

Ultrassom é a melhor forma de identificar a doença

Assim como a maioria das doenças, o diagnóstico precoce possibilita um tratamento com mais chances de ser eficaz. Com a artrite psoriásica e outras doenças reumatológicas não é diferente.

A artrite psoriásica é uma doença inflamatória crônica que afeta as articulações e as enteses, que é a inflamação no local de inserção dos tendões nos ossos. Em geral, afeta paciente com psoríase. O diagnóstico de artrite em pacientes com psoríase é essencial para o início do tratamento, evitando o dano da articulação.

 

Uma das formas mais importantes de identificar a doença no paciente é o ultrassom. Os aparelhos amplificam estruturas pequenas e permitem o diagnóstico da artrite em estágios precoces. Além disso, é possível discriminar alterações específicas de cada doença, sendo possível fazer diferenciação entre as suspeitas clínicas.

 

O ultrassom é um exame livre de radiação e não invasivo. Por meio dele, é possível identificar a artrite psoriásica com mais precisão do que o exame físico e reconhecer a presença da inflamação com o aumento da cavidade articular.

 

A detecção da entesite, inflamação da entese, é considerada um achado determinante para o diagnóstico de artrite psoriásica, principalmente quando visualizada nas unhas de pacientes com psoríase.

 

A ultrassonografia também permite avaliar a resposta ao tratamento, tanto a atividade da doença quanto danos articulares irreversíveis. Dessa forma, auxilia na determinação precisa da causa da dor e, consequentemente, na escolha do melhor tratamento.