Ultrassom do cotovelo

A dor e a dificuldade de movimentar os cotovelos acontece quando seus componentes ‒ ossos, músculos e tendões, articulações, bursas e ligamentos ‒ não estão funcionando bem. Esses sintomas significam lesão ou inflamação da articulação, da bursa ou dos tendões, que resultam em doenças como bursite, tendinite e entesites.

O ultrassom é um exame importante na avaliação desses casos, pois tem a clareza para identificar as lesões inflamatórias e que não precisa de preparação específica, não causa reações, não tem contraindicação, é um processo indolor e não invasivo.

Na tendinopatia, decorrente de movimentos repetitivos, a ultrassonografia pode encontrar sinais da origem da tendinite, como o aumento da expessura do tendão, fissuras ou lesões parciais.

A inflamação das bursas, que protegem os músculos e tendões do contato com o osso, é a causa da bursite. O exame, então, ajuda a identificar o local inflamado e o grau de comprometimento.

Para o caso de sinovite, inflamação da membrana sinovial que reveste a parte inferior da articulação, o exame é feito para confirmar as suspeitas em relação aos sintomas.

A entesite, inflamação da ligação entre o tendão ao osso, ocorre como consequência de movimentos repetitivos ou por doenças reumatológicas como a espondilite anquilosante ou artrite psoriásica. A ultrassonografia é um exame útil na busca por inchaço e danos na entese, além de descartar outros diagnósticos.

Sobre a Ultrarticular

A Ultrarticular tem um ambiente diferenciado e confortável para que o paciente receba um atendimento personalizado e humanizado. Aliando conhecimento e tecnologia como ultrassom de alta resolução os pacientes da Ultrarticular tem a garantia do melhor diagnóstico, acompanhamento e tratamento de suas doenças reumatológicas.

Assuntos relacionados

Siga nas Redes Sociais

Blog